O Email Marketing morreu?

Publicado em: 5 de dezembro de 2017


Chega ser impossível imaginar que há pouco mais de 10 anos não tínhamos aquele desespero em estarmos conectados 24 horas por dia e preocupados com as notificações ou uma nova mensagem de e-mail.

A Internet evoluiu tão rápido que os e-mails tornaram-se o nosso endereço virtual ou em muitas vezes o caminho mais rápido para sermos “encontrados”.

Atualmente, é muito raro encontrar quem não tenha um endereço virtual ou acesso à internet.

Na antiguidade, a necessidade de uma comunicação mais direta fez com que os povos primitivos utilizassem as aves, como os pombos-correios, as andorinhas e os grous para realizarem esse papel. Elas eram pintadas com uma determinada cor e continham um significado específico. Era quase uma criptografia.

É claro que na época não se tinha ideia da importância deste avanço, mas hoje se sabe exatamente o peso de tal contribuição para a sociedade.

O auge na utilização do e-mail foi atingido há alguns anos, mas perdeu espaço para outras formas de comunicação como o Whatsapp e Facebook.

Hoje em dia a sua função é de uma forma mais restrita, focando na troca de mensagens empresariais e comerciais, além de correspondências de maior importância.

Mas afinal, será que o e-mail morreu?

Muito pelo contrário, ele aparentemente está mais vivo do que nunca, sendo um dos maiores aliados que uma empresa pode ter dentro de sua estratégia de marketing digital.

O e-mail também fez também história em hollywoodiano, sendo tema do filme Mensagem para Você. Na história Joe (Tom Hanks) e Kathleen (Meg Ryan) se correspondem diariamente com e-mails sobre os seus medos e desejos e no final do filme descobrem muito mais em comum que o mundo virtual.

E onde entra o E-mail marketing nessa história?

As pessoas “torciam o nariz” quando o assunto era e-mail marketing, sendo sinônimo de SPAM e comunicações intrusivas. E graças ao amadurecimento dessa forma de comunicação ela se tornou uma das melhores maneiras para entregar as mensagens certas para as pessoas certas na hora certa.

Sabe aquele caso do aluno que parou de frequentar a academia, mas continua recebendo e-mails da programação das aulas? Pois é, isso gera até raiva na pessoa e uma péssima impressão da sua empresa.

Afinal de contas, porque eu deveria usar o e-mail marketing?

As pessoas são bombardeadas diariamente com uma enxurrada de informações e o e-mail tornou-se um porto seguro para que elas consumam apenas o que tem interesse.

Você entrega todo o poder na mão do usuário e cabe a ele decidir se vai ler o material ou não e, cabe a você como empresa ser tão boa em produzir conteúdo e ter uma marca relevante para ele, que vai ser praticamente impossível ele ignorar sua mensagem.

Como fazer um conteúdo que gere interesse ao seu cliente?

Hoje em dia existem profissionais que trabalham exatamente para que isso aconteça e sua comunicação seja efetiva e satisfatória.

Fique por dentro de algumas dicas para que seu e-mail marketing seja um sucesso:

Marketing de permissão

Sabe aquela lista VIP que você deseja participar para receber as novidades de uma empresa? É o e-mail marketing que você recebe através do cadastro ou inscrição em algum site.

Funciona assim:
Cadastro no site: o visitante que estiver interessado no seu produto ou serviço, vai se cadastrar.
Confirmação: ele vai receber por e-mail uma confirmação se deseja realmente receber materiais no e-mail cadastrado.
Descadastro: se ele quiser sair da lista de e-mails e parar de receber esses conteúdos, é só clicar num link que costuma ficar lá embaixo do e-mail, que pode ser algo como “quero me descadastrar”.

Segmentação

Segmentar é basicamente fatiar sua base de e-mails em grupos menores.

Por exemplo, você pode separar os e-mails nesses grupos:
Cargos (CEO, gerente, analista)
• Área de atuação da empresa (Varejo, saúde, loja virtual)
• Clientes que compram com frequência
• Clientes que não compram há 1 ano
• Dessa forma você consegue enviar e-mails bem específicos e ser mais assertivo em sua comunicação.

O e-mail marketing pode ser o seu amigo ou o maior vilão em sua comunicação.

Mas trabalhando com conteúdo relevante, personalizado e bem direcionado é sucesso na certa, sendo uma forma de estreitar as relações com o seu cliente, fazendo com que ele permaneça vivo, continue conectando pessoas e gerando negócios no mundo inteiro.


Dúvidas?

Suporte?
Abra seu chamado

Converse com nossos
Consultores

Acesse nosso
Ajuda

Converse com a gente